Ana Gomes Pressiona Comissão Europeia sobre Nito Alves
Por Maka Angola - 18 de Outubro, 2013

A eurodeputada Ana Gomes enviou ontem, 17 de Outubro, uma carta ao presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, e à Alta Representante da UE para a Política Externa, Catherine Ashton, sobre Nito Alves, um menor de 17 anos detido em Luanda desde 12 de Setembro.
 
Manuel Chivonde Baptista Nito Alves foi detido a 12 de Setembro por alegado crime de ultraje ao presidente da República e continua preso sem acesso a advogado ou a visitas. Nito Alves foi detido por alegadamente ter encomendado a impressão de 20 camisolas com os dizeres “José Eduardo Fora! Ditador nojento”.
 
Durante vários dias, a Direcção Provincial de Investigação Criminal de Luanda (DPIC) manteve Nito Alves em regime de prisão solitária. O menor foi transferido para a Comarca Central de Luanda a 3 de Outubro, onde se encontra de momento a partilhar cela com adultos acusados de crimes violentos. Devido às más condições sanitárias da cela onde se encontra, o estado de saúde de Nito Alves tem vindo a deteriorar-se e ele sofre de vómitos e diarreia. As autoridades penitenciárias não têm permitido a sua assistência médica.
 
A eurodeputada sublinha que a detenção de Nito Alves é ilegal de acordo com a legislação angolana uma vez que, sendo menor, ele não pode ser mantido em prisão preventiva.
 
Na carta, a eurodeputada pergunta a Durão Barroso se a delegação da UE em Angola tentou visitar Nito Alves na prisão e se foram tomadas medidas pelas autoridades europeias para pressionar o governo angolano a libertar o menor.
 
O Maka Angola, o Club-K e a Associação Mãos Livre estão a fazer circular uma petição pública exigindo a liberdade imediata de Nito Alves. A petição pode ser encontrada aqui (português) e aqui (inglês) .

Ver Próxima Maka Ver Maka Anterior

3 Responses to “Ana Gomes Pressiona Comissão Europeia sobre Nito Alves”

  1. João Kajimbamba says:

    Ana Gomes deve ser ingénua. acha mesmo que o Durão Barroso, cachico do zedu vai mover uma palha… duvido.

  2. Keeper says:

    A União Europeia não esta em posição de fazer pressão politica ou diplomatica sobre o regime do MPLA. Enquanto o petroleo jorrar, a UE tem que velar pelo interesse e segurança energética dos estados membros, que conhecem perfeitamente a politica de chantagem e retaliação de Angola. So quando 15 milhões de Nitos Alves sairem à rua é que o MPLA vai ser vergado.

  3. Fabio says:

    Vamos la ver se o Durao Barroso ira fazer alguma coisa , quero ver se as affiliacoes entre portugal e angola sao so a base de dinheiro…

Leave a Reply



Sondagem

O governo não reconhece juridicamente a Rádio Ecclesia, não permite a sua expansão, mas apoia-a financeiramente. Há censura na emissora católica. O caso revela:

View Results

Loading ... Loading ...
Partilhar Sondagem

A guerra sem fim no leste da República Democrática do Congo



A partir do leste do Congo, a FDLR, responsável pelo genocídio no país vizinho, continua a tentar atacar o Ruanda e a atormentar a população local congolesa. Para se defenderem, as aldeias congolesas formam milícias.

Ler Mais →

Mais cinco dólares anuais por pessoa podiam salvar 187 milhões



Este pequeno investimento, até 2035, seria suficiente para os Estados mais pobres reduzirem a mortalidade. Uma maior aposta também na educação seria a alavanca para o crescimento económico, segundo a OMS.

Ler Mais →

CPLP lança campanha de combate à fome



Cerca de 28 milhões de pessoas sofrem de desnutrição no espaço lusófono. Para dar resposta ao problema, a CPLP lançou uma iniciativa internacional e pretende angariar até ao final de ano seis milhões de euros.

Ler Mais →

© 2014 Maka Angola Todos os direitos reservados.
É expressamente proibida a reprodução de parte ou da totalidade dos conteúdos do Maka Angola, mediante qualquer forma ou meio, sem prévia e formal autorização.
Caso tenha interesse em reproduzir conteúdos do Maka Angola, envie uma mensagem a [email protected] a solicitar a devida autorização.