O Prédio dos Angolanos no Estoril Sol
Por Rafael Marques de Morais - 26 de Julho, 2012

Nos últimos anos, o novo-riquismo angolano tornou-se lendário em Portugal. Dirigentes angolanos, suas famílias e associados de negócios têm estado a adquirir, nesta parte da península ibérica, alguns dos principais símbolos da opulência local.

Caso paradigmático é o do complexo residencial de luxo Estoril Sol Residence, que comporta três edifícios de uma arquitectura singular e controversa, em Estoril, na orla marítima de Lisboa. O complexo tem dos apartamentos mais caros de Portugal, que variam do milhão a cerca de cinco milhões de euros por unidade. O complexo é bem conhecido como o “prédio dos angolanos”, por serem estes os principais clientes do referido projecto imobiliário, inaugurado há dois anos, com a titularidade de perto de 30 apartamentos.

Numa breve investigação, Maka Angola apurou quem são os ricos angolanos com propriedades no Estoril Sol Residence.

O actual ministro da Administração Pública, Emprego e Segurança Social, António Domingos Pitra Costa Neto, é dono de cinco apartamentos na Torre Baía, no 3º, 5º, 7º, 9º e 14º andares, estando os primeiros quatro em nome da sua filha Katila Pitra da Costa, estudante. Pitra Neto deverá ser o próximo presidente da Assembleia Nacional, depois das eleições de 31 de Agosto próximo, conforme cogitações emanadas da presidência de José Eduardo dos Santos.

Tanto no 9º como no 14º andar, o ministro Pitra Neto tem como vizinhos o casal Kopelipa. Fátima Geovetty, a esposa do ministro de Estado e chefe da Casa Militar, general Manuel Hélder Vieira Dias “Kopelipa”, adquiriu dois apartamentos. O fiel escudeiro do general Kopelipa nos seus negócios privados, Domingos Manuel Inglês, fica a meio, no 12º andar. Na torre ao lado, Cascais, o principal gestor de negócios um tanto obscuros do general, o português Ismênio Coelho Macedo, desfruta da grande vista para o mar, com um apartamento no 4º andar.

Outro comprador extraordinário é o ex-ministro das Finanças, José Pedro de Morais, com quatro apartamentos, também na Torre Baía, no 1º, 2º, 4º e 5º pisos.

Por sua vez, o brasileiro Valdomiro Minoro Dondo, também portador de nacionalidade angolana, tem um apartamento no 11º andar da Torre Estoril. Valdomiro Minoro Dondo tem cruzado negócios com o general Kopelipa, José Pedro de Morais, Pitra Neto, a família presidencial e outros influentes membros do regime. A sua formidável capacidade para o tráfico de influências conferiu-lhe o interessante título de “estrangeiro mais rico de Angola”. Por sua vez, outro brasileiro, associado a Minoro Dondo e a dirigentes angolanos, Gerson António de Sousa Nascimento é dono de um duplex, na Torre Estoril, no 6º e 7º andares.

O sócio e representante legal de alguns negócios de Welwitchia “Tchizé” dos Santos, Walter Virgínio Rodrigues, demonstrou que os negócios lhe têm corrido de feição e comprou um apartmento no 8º andar da Torre Estoril. Como celebração do contrato multimilionário realizado entre o Ministério da Comunicação Social e a empresa Westside Investments para a gestão privada do Canal 2 da Televisão Pública de Angola (TPA), a sócia maioritária, “Tchizé” dos Santos, agraciou-o com um bónus de US $500 mil, enquanto a filha do presidente atribuiu-se, a si própria, com fundos do erário público, um prémio de um milhão e meio de dólares.

Outro  angolano que faz parte do selecto grupo de proprietários do Estoril Sol Residence é o antigo director da Endiama, Noé Baltazar.

Apesar dos preços, os angolanos, regra geral, compram vários apartamentos, de forma ostensiva. Algumas das aquisições levantaram suspeitas junto das autoridades judiciais portuguesas que, para o efeito, abriram inquéritos. Um dos inquiridos, por suspeita de branqueamento de capitais, foi o presidente do Banco Espírito Santo Angola (BESA), Álvaro Sobrinho. A 2 de Setembro de 2010, Álvaro Sobrinho adquiriu seis apartamentos no referido complexo tendo inicialmente pago o valor de 9.5 milhões de euros, segundo investigações do Diário de Notícias. Os seus irmãos Sílvio e Emanuel Madaleno também são detentores de mais três apartamentos no Estoril Sol.

Há ainda os angolanos que optaram por usar testas de ferro mais discretos na aquisição de propriedades.

Entre o investimento legítimo e o branqueamento de capitais, Portugal continua a ser o destino preferido dos ricos angolanos e a sua melhor lavandaria financeira.

01 EstorilSol Exterior 01 O Prédio dos Angolanos no Estoril Sol

02 EstorilSol Piscina013 O Prédio dos Angolanos no Estoril Sol

03 EstorilSol Interior01 O Prédio dos Angolanos no Estoril Sol

04 EstorilSol Interior 02 O Prédio dos Angolanos no Estoril Sol

05 EstorilSol Interior 03 O Prédio dos Angolanos no Estoril Sol

Todas as imagens © www.estorilsolresidence.com

Ver Próxima Maka Ver Maka Anterior

41 Responses to “O Prédio dos Angolanos no Estoril Sol”

  1. Leandro says:

    Sempre que se fala em dinheiro dos dirigentes angolanos, aparece associado o nome do brasileiro/japonês MINORU… esse "empresário" que há 30 anos está em Angola a fazer "negócios" !! Os nomes dos principais ministros, ex-ministros, governadores do BNA, etc.. aparecem sempre associados a esquemas do Minoru que só faz negócios com o Estado. Um grande empresário que só tem negócios com o Estado. Não tem outro cliente que não seja os diversos ministérios e departamentos do Estado..!!! O jornal brasileiro o Globo já denunciou detalhadamente como ele faz e com quem faz seus negócios em Angola. No âmbito de uma investigação, foi levantado o sigilo bancário e verificaram que empresas do Minoru faziam transferências para o Pedro Morais, para o Pitra Neto e muitos outros.. a partir de banco nas Bahamas (Trade Link Bank). As organizações Minoru são um polvo como muitos tentáculos.. seria bom que se cortasse mesmo a cabeça..

  2. montenegro says:

    Ó Ramiro – isto é um problema entre os Angolanos – precisam de advogado? tu não es advogado – além do mais, estás armado em protector de gente adulta e dar a menoridade a uma parte de Angola – Angola é os Angolanos são maiores e vacinados – Viva Angola

  3. francisco agostinho says:

    todos dirigentes angolanos sao corruptos, primeiro e o zedu e sua familia e os trabalhadores.

  4. Jorge Martins says:

    O mal é geral e vê-se um pouco por toda a Europa e por todo o mundo. Face á siuação e á constatação da informação que é veiculada pela comunicação social este volume de investimento é muitissimo baixo para as expectativas que são criadas. Pode mesmo ser que haja interesse em subverter a realidade dos factos. Por vezes temos que ser prudentes no que professamos e até porque temos exemplos de gente que fez e que faz muito pior e por parte de paises que não suspeitamos, Portugal é um deles. pqp tanta riqueza

  5. Betuel says:

    sem comentarios!!!!!………muita gente na desgraça…olha ai os **** dos ricos onde gastam o dinheiro do país

  6. rita says:

    Sou angolana e sinto vergonha, sim, é vergonha o que sinto…..um povo que vive miseravelmente e uma pandinha de corruptos que rouba ao seu povo a dignidade. Malditos.

  7. Sandokan says:

    Pois é , para uns terem isto, os outros tem de viver com esgotos a ceu aberto, passar fome, não ter água potável, não ter luz, etc…etc….o ser humano é "lixado"!!!!!

  8. Tesouro says:

    Para uma melhor verdade que o pais esta nas maos de trafulheiros e altamente perigosos sigam o link: http://visao.sapo.pt/os-segredos-da-teia-que-lava

  9. Carlos says:

    E ainda têm cara para vir nos dar lições de PATRIOTISMO… palhaços.

  10. Os meus parabéns por esta denuncia que tomei a liberdade de reproduzir. Sendo natural de Angola, não por acidente como no período da descolonização fui algumas vezes acusado, mas por opção dos meus progenitores, ele funcionário dos CTT que terminou a sua carreira como director regional, continuo a preocupar-me com o destino da terra que me viu nascer. E obviamente não posso ficar indiferente a tudo quanto se está a passar em total prejuízo dum povo que acreditou na sua libertação do jugo colonial, mas que se vê privado da enorme riqueza do seu País. Parabéns Rafael. Siga em frente. Um abraço

  11. Micah's says:

    Pessoal isto nao passa de guerra politica o indevido que lancou este artigo Deve estar a fazer campanha politica ,porque nao prova isso ?

    Se for verdade ,ate foi bom que escolhecem portugal que nos aqui ate estamos a Precisar de alguns investidores

    nao esqueca mos que foi os politicos do 25 de Abril que fizeram isto tudo como Mario Soares , rosa coutinho , etc,etc mas agora acho bem que sejam os amgolanos a colonizar Portugal eles ate deviam era compare mais

    O povo e que escolhe quem vai pro governo sendo assim esta ha vontade do povo e acreditem que eles vao ficar la outra vez porque se for para la outros ainda pode ser pior

    Meus amigos

    Viva Angola,viva Jose Eduardo dos santos , viva Portugal

  12. [...] blogue, Maka Angola, é referido que entre o investimento legítimo e o branqueamento de capitais, Portugal contínua a ser o [...]

  13. O "Prédio dos Angolanos" no Estoril , Portugal paraíso de lavagem de dinheiro do José Eduardo dos Santos, sua Filhinha Isabel dos Santos & pandilha de Generais Escroques Corruptos !!!!!!!

    Mais palavras para que, Portugal é um país de corruptos a todos os níveis, lava-se dinheiro do tráfico de armas, de drogas, e do roubo do petroleo angolano, etc ………..

    Tudo com o conluio dos Governantes Portugueses ( Paulo Portas/ Passos Coelho/ Cavaco Silva/ Dias Loureiro/ Jorge Sampaio/ Mira Amaral / Mário Soares/ etc ……… ).

    Até quando ???? Até quando, povo imberbe de Portugal ???

    Continuem a ver:

    •futebol

    •fátima

    •fados

    •novelas morangos com merda

    Acordem porra, já é tempo !!!!!!!!!!!!!!!

    Larguem a merda da religião, povo ignorante.

    Tenho vergonha de ser Portugues, esta mixórdia de povo não é capaz de dar um coice à parede, ou de arreganhar os dentes á estes cabrões que nos roubam alegremente …………

    Continuemos a dar 500 milhões de euros anualmente para os países Africanos e a Timor, pois basta continuarem a eXtorquir dinheiro aos adormecidos Portuguêses, com impostos estratosféricos, e dar-lhes futebol que não se importam em serem ROUBADOS pela escumalha politica portuguesa.

    TENHO VERGONHA DE SER PORTUGUES !!!!!!

    Ramiro Lopes Andrade

  14. TuKwate Tchetu says:

    A pesquisa vale como tal e só é válida para levantar o véu. Não nos cabe criticar e muito menos cobiçar o que se passa com os angolanos e com o seu dinheiro. Nos dias que correm, nós portugueses, de-mo-nos por satisfeitos por sermos o paraiso dessa gente abastada. Investem, gastam e fazem valer o dinheiro, hoje, amanhã e sempre. Amnhã, poderão até dizer que aprenderam a ganhá-lo com o "tchicolonho"!!!

  15. Muxima says:

    O texto nada prova. Palavras somente palavras, nada de documentos. É preciso não esquecer que estamos em plena pré-campanha! Porquê só agora saiu o artigo se o prédio está lá faz tempo? Porquê? Esta gente Angolana comprou ontem os apês? Santa paciênncia! O autor do artigo que prove o que diz e aí eu acredito.

  16. filipe says:

    .nem na época colonial este povo foi tão descaradamente mal tratado!

  17. SILENCIO says:

    é lamentável, nao sei como essa gente nao tem um pino de vergonha, depois ainda reclamam se apanharem "TUNGO" esperem nao tardam por esperar… pobre povo, onde andas tu que nem um emprego consegues pra te sustentar… e O POVO É QUE MANDA ….todos a mesma trampa,

  18. Os angolanos patriotas unidos colocarão esses ladrões na cadeia para o resto da vida, bem como saberão condenar os assassinos de tanto angolano que se revoltou contra essa cambada de ladrões. É triste saber destes acontecimentos sobre Angola, a minha terra de onde fui expulso pela violência que Mário Soares e Rosa Coutinho fomentaram de propósito para entregar Angola nas mãos dos comunistas que nem Agostinho Neto, um genocida bancando o poeta!

  19. Spring says:

    Não sejamos ingénuos!Saindo estes, os que vierem a seguir irão fazer o mesmo e o povo continuará a sofrer e a passar fome. Nós os angolanos, somos assim mesmo: " se os outros se abarbataram, porquê que eu não hei-de fazer o mesmo?" E milhões continuarão na miséria, mas a beber uma bejeca e a dançar quizomba. E viva ANGOLA!!!!!

  20. domingos castro says:

    Pois é camaradas, isto é uma pequena amostra do roubo que essa cambada faz, como é que ainda é possível uma grande parte dos angolanos não ver o que se passa, esses ladrões se amassem a sua terra faziam os investimentos em angola, que bem precisa, mas como medo que o regime caia investem noutros países, só esses burros não vêm que quando a situação mudar, todos os bens no exterior será congelado e irá reverter para Angola, basta ver o exemplo do Mobutu, Kadafi, IdY Amin e muitos outros, acho que uma bomba que deitasse aquilo abaixo com os ladrões lá dentro era o melhor que podia acontecer.

    ACORDEM ANGOLANOS

  21. Mário Silva says:

    Ainda falta saber, se o filho do KWATA KANAWA que com ou se dose de sorte conseguiu fugir para os EUA com o kumbú do BNA, também não comprou nada aí.

    • Fernando says:

      Se foi para os USA

      com dinheiro roubado, entâo vai ser fácil recuperar isso. Nos USA, se entra alguma denúncia contra este ladrâo, ele vai ter que devolver o dinheiro aos angolanos e entra em choldra, seguro.-

  22. Kuna Ngola says:

    É bom saber disto. Estes bens serão recuperados um dia e os ladrões irão nas prisões!

  23. Sandra says:

    As compras destes políticos corruptos angolanos e branqueamento de capitais só acontece porque temos cá políticos igualmente corruptos que de todo lhes convém que este tipo de situações aconteçam. Estes nossos políticos portugueses concerteza andam a enriquecer às custas destes dinheiros e é por isso que qualquer tipo de investigação que haja, há de acabar em rigorosamente nada como sempre!

    • joão says:

      quem autorizou a demolição do Estoril Sol porque "a sua arquitectura não se enquadrava na paisagem e seriam construídas vivendas com menor volumetria"' (ex -presidente da câmara de Cascais dixit) -Já agora,parece gozar de uma reforma tranquila….

  24. Gostei do trabalho jornalístico e gostaria acrescentar alguns nomes do nosso mosaico politico que o articulista não mencionou, eu de fonte segura sei que também compraram apartamentos no referido empreendimento:

    Isabel dos Santos, comprou o último andar todo, da torre estoril, ainda sem acabamentos e divisões, por euros 11milhões.

    França Ndalu comprou um apartamento na torre Cascais por euros 4 milhões.

    M. Vicente através do seu enteado Mirco Martins comprou um apartamento no mesmo empreendimento por euro 2 milhões.

  25. Ceitas "Hamburg says:

    De tanto, já nao sabem o que comprar. Eu penso que, é por este facto que, os malfeitores, compram quatro ou dois apartamentos num prédio. Os políticos angolanos tornaram-se tão insensíveis, desavergonhados, abusadores, desumanos para com o seu povo. Parece-me que, entre os "malfeitores/mafiosos", existe concorrência, quem mais bens tem, depois do "senior malfeitoso/mafioso".

    No dia 1 de Setembro de 2012,

    O presidente JES "senior malfeitoso"

    O vice-presidente,

    todos os ministros,

    todos os secretários de estado,

    todos os governadores provincias,municipais e comunais,

    dos os directores nacionais e provincias,

    o governador do Banco nacional,

    estarão desempregados.

    Lindo cenário que, meus compatriotas, se tornará realidade.

  26. jõao says:

    Esse sim é informação do Maka Angola. Carga total..

  27. Que lindos são estes prédios!

  28. Juka says:

    É verdade, alguns dirigentes angolanos já são donos de metade de Portugal, a outra metade da nossa dívida pertence aos chineses. O que, bem vistas as coisas, quer dizer que já não há Portugal.

    • Manel Costa - Lisboa says:

      Portugal não existe? Não sejas precipitado. Existimos há mais de 800 anos e já passámos momentos muito piores, inclusivamente já perdemos a independência durante 60 anos e curiosamente, logo depois disso nadámos em ouro. Como português, agrada-me que os angolanos escolham Portugal para adquirir património. Acolhemos cá milhares de angolanos durante os anos 80 e 90 e agora somos nós que vamos para lá novamente à procura de vida nova. Foi assim também com o Brasil na última década. Deviamos olhar para estes movimentos como algo positivo e não com ressabiemanto e preconceito bacoco. A única coisa má, será se o povo angolano não puder, todo ele, beneficiar da riqueza que o petróleo proporciona aquele país.

      • pereira says:

        O homem, com a sua ambição desmedida, não olha a meios para atingir os seus fins, e os ressabiamentos vêem daí. Eles roubam tudo e não deixam nada para o povo. A riqueza de Angola dava para toda a gente viver bem, mas eles não deixam nada para o povo.É assim lá, cá e em todo o lado, infelizmente.

  29. rafael says:

    Se o dinheiro usado para comprar estas casas é do povo angolano, as autoridades portuguesas têm a obrigação moral de facilitar a sua devolução!

  30. Dedo na Ferida says:

    Não escapa ninguém…até o Pitra Neto que parecia ser uma reserva moral…não escapa ninguém!!Essa geração perdeu-se…ja agora, vamos investigar todos, para ver se sobra algum que não é corrupto!

  31. Joel Neto says:

    é assim que os vermelhos Distribuem Melhor

  32. Fórum de Ango says:

    Parabéns pela investigação e pela informação. Está claro de que hoje os dirigentes angolanos sabem que os angolanos sabem que a farra capitalista iníqua a que se prestam só é possível com dinheiros públicos de que se apropriaram, ou se apropriam pela via do poder que lhes é distribuído. Ao assumirem esta postura de ostentação e ofensiva aos milhões de angolanos, devem portanto ser antecipadamente considerados responsáveis pelas consequências, inevitáveis e infalíveis, que advirão sobre si ou sobre seus filhos num futuro que só a Deus pertence. Não sendo os poderes e as circunstâncias momentaneamente favoráveis eternas, esta loucura instalada dos políticos angolanos aconselha mesmo uma revolução protagonizada pela parentela associada, que considere sábio desacorrentar o próprio futuro destas ofensas e abusos diabólicos praticados de forma burra e ignorante por eles. É muita inteligência humana e imenso senso de patriotismo em ebulição, de angolanos nascidos, que condena tais situações a um desfecho tão diabólico quanto essa apropriação que tem como consequência a condenação de milhões ao analfabetismo, a miséria insistente e ao subdesenvolvimento irremediável. Quantos mais morrerão por falta de hospitais, agua potável, energia e salobridade em Angola enquanto nossas riquezas dão vida de deuses a uma pequena minoria do regime? Satanás deve estar a rir-se da sua trama vitoriosa que comanda com vistas a condenar Angola a discórdia e intolerância eterna.

  33. Kissonde says:

    What a f***! Não bastava comprar um apartamento? Compraram como se fossem latas de sardinhas! Não há ninguém que ponha cobro a esta imoralidade e criminalidade organizada? O que é a Máfia ao pé destes criminosos?

  34. Al Felix says:

    A baderna está solta. Os pseudo-dirigentes deste País são verdadeiras piadas, literalmente!

  35. pizzy says:

    O nosso kumbú está sendo gasto por outras pessoas e em outros lugares……



Sondagem

O governo não reconhece juridicamente a Rádio Ecclesia, não permite a sua expansão, mas apoia-a financeiramente. Há censura na emissora católica. O caso revela:

View Results

Loading ... Loading ...
Partilhar Sondagem

A guerra sem fim no leste da República Democrática do Congo



A partir do leste do Congo, a FDLR, responsável pelo genocídio no país vizinho, continua a tentar atacar o Ruanda e a atormentar a população local congolesa. Para se defenderem, as aldeias congolesas formam milícias.

Ler Mais →

Mais cinco dólares anuais por pessoa podiam salvar 187 milhões



Este pequeno investimento, até 2035, seria suficiente para os Estados mais pobres reduzirem a mortalidade. Uma maior aposta também na educação seria a alavanca para o crescimento económico, segundo a OMS.

Ler Mais →

CPLP lança campanha de combate à fome



Cerca de 28 milhões de pessoas sofrem de desnutrição no espaço lusófono. Para dar resposta ao problema, a CPLP lançou uma iniciativa internacional e pretende angariar até ao final de ano seis milhões de euros.

Ler Mais →

© 2014 Maka Angola Todos os direitos reservados.
É expressamente proibida a reprodução de parte ou da totalidade dos conteúdos do Maka Angola, mediante qualquer forma ou meio, sem prévia e formal autorização.
Caso tenha interesse em reproduzir conteúdos do Maka Angola, envie uma mensagem a [email protected] a solicitar a devida autorização.