Maka Angola Promove Petição Contra a Publicidade do Regime de José Eduardo dos Santos na CNN
Por Rafael Marques de Morais - 05 de Fevereiro, 2012

O Maka Angola acaba de lancar um campanha online de angariação de assinaturas numa carta dirigida aos executivos da CNN International instando a cadeia de televisão internacional a não aceitar publicidade do regime corrupto de José Eduardo dos Santos.

A Semba Comunicação, uma empresa privada angolana criada a 11 de Outubro de 2006, tem recebido milhões de dólares do orçamento da Presidência da República para a difusão de uma imagem positiva de Angola no mundo. No entanto, os filhos do Presidente José Eduardo dos Santos, Welwitshea José dos Santos “Tchizé” e José Paulino dos Santos “Coréon Du”, são os proprietários da Semba Comunicação. Eles promovem o regime do seu pai através de campanhas de publicidade na CNN International. José Eduardo dos Santos está no poder há 32 anos, sem nunca ter sido eleito pelo povo.

O orçamento da Presidência, para 2012, destina quase US$17 milhões de dólares para a campanha publicitária que a Semba Comunicação irá conduzir na CNN International. Leia toda a história completa anteriormente publicada no Maka Angola.

Enquanto dois terços dos angolanos sobrevivem com menos de US$2 por dia, o Presidente da República e os seus protegidos, incluindo a sua família, aproveitam-se das imensas riquezas naturais do país para seu enriquecimento ilícito.

A transferência do dinheiro dos contribuintes angolanos, destinado ao orçamento da Presidência, para a empresa privada dos filhos do Presidente José Eduardo dos Santos é apenas o último de muitos e continuados actos de corrupção, suborno e peculato cometidos pelo chefe de Estado e protegidos seus.

Por estes motivos, o Maka Angola pede a todos que assinem a carta dirigida aos executivos da CNN International instando a cadeia de televisão internacional a não aceitar publicidade do regime corrupto de José Eduardo dos Santos.

Eis a carta que os executivos da CNN irão receber:

Caro Sr. Walton, Sr. Kent, Sr. Cocozza, Sra. Leininger, Sra. Cone e Sr. Raad:

[Jim Walton, Presidente da CNN Worldwide]
[Phil Kent, Presidente do Conselho de Administração e Director da Turner Broadcasting System]
[Keith Cocozza, Vice-Presidente, Departamento de Comunicações, Time Warner Inc.]
[Bridget Leininger, Relações Públicas, CNN International]
[Lauren Cone, Relações Públicas, CNN International]
[Rani R. Raad, Vice-Presidente, CNN International]

Venho por este meio pedir-lhe que a CNN não aceite publicidade produzida pela Semba Comunicação promovendo o regime do Presidente José Eduardo dos Santos. A CNN, como órgão de informação credível e respeitável, tem a obrigação legal e o dever moral de recusar publicidade cujos fundos são obtidos de forma ilícita.

Os filhos do Presidente José Eduardo dos Santos são os proprietários e gestores da Semba Comunicação, uma empresa angolana privada, que tem recebido milhões de dólares do orçamento da Presidência. A Semba Comunicação foi contratada para promover a imagem do regime angolano no exterior, incluindo a produção da campanha “Angola, Cresça Connosco”, anteriormente transmitida através da CNN International.

O orçamento da Presidência para 2012 destina quase US$17 milhões de dólares para a campanha publicitária que a Semba Comunicação irá conduzir através da CNN International.

A transferência do dinheiro dos contribuintes angolanos do orçamento da Presidência para a empresa privada dos filhos do Presidente é apenas o último de muitos e continuados actos de corrupção, suborno e peculato cometidos pelo Presidente e pela sua elite.

Por todos estes motivos, eu insto a CNN a não aceitar publicidade do corrupto regime do Presidente José Eduardo dos Santos.

Com os melhores cumprimentos,

[o seu nome]

– — –

Para assinar a petição basta seguir este link e preencher o formulário à esquerda no ecrã com as seguintes informações:
First Name/ Primeiro nome:
Last Name/ Ultimo Nome:
Email/Endereço electrónico:
Address/Morada:
City/Cidade:
Country/País:
Post code/Código Postal:

Em seguida basta clickar no sinal vermelho Sign (Assinar). A sua mensagem será enviada aos executivos da CNN.

Obrigado pela sua colaboração!

Ver Próxima Maka Ver Maka Anterior

18 Responses to “Maka Angola Promove Petição Contra a Publicidade do Regime de José Eduardo dos Santos na CNN”

  1. Harvey Madiba says:

    Vamos acabar com a corrupção…

  2. alberto pedro diogo says:

    estou farto dele,nao valoriza os angolanos,as empresas privadas,sao todas dos seus amigos e familiares e são dirigidas pelos estrangeiros que pagam mal os angolanos

  3. António Gomes says:

    Finalmente que todo o mundo desperte contra o regime corrupto

    de Angola.

    A familia de Eduardo dos Santos bilionários pela prática da corrupção deverá ser julgada.

  4. uige says:

    please, stop showing good image of our president

  5. jose fernandes says:

    (…)

    Por todos estes motivos, eu insto a CNN a não aceitar publicidade do corrupto regime do Presidente José Eduardo dos Santos.

    Com os melhores cumprimentos,

    jose fernandes

  6. wilson de sousa fred says:

    assim se for premido com o meu sangue…

  7. uma iniciativa genial…

  8. Paulo Renato Calundu says:

    Estou contra!

  9. Manuel Ferreira says:

    Concordo plenamente com a iniciativa de Rafael Marques e agradeço q a CNN entenda a situaçào do povo omprimido de Angola.

  10. manuel simao says:

    esta certo por fazarem esta campanha ,este em angola ainda no ano passado ,la e mais facil tira um cartao eleitoral do que um acento de nascimento ou certidao de nascimento que e de direito de todo cidadao angola ,so pagando voce tem a certidao ou o acento de nascimento .so nao paguei porque eu sou angola e tenho direito de ter uma certidao por obrigacao do regime

  11. Manuel Marques says:

    32 years on political maximum power of a country doesn´t need comments.

  12. John says:

    No comment

  13. Pedro Manuel says:

    É muito triste a realidade angolana.

    o que temos visto na televisão não diz a realidade.

  14. Claudio says:

    Assinado e divulgado!

  15. Debora says:

    Para que lavar a imagem deles, se eles continuam se sujando, roubando, pilhando os bens do pais, violando a constituicao, meteram em coma a Suzana Ingles, arrogantes, animalizaram a policia,…..etc.

  16. Chukwu Johnbosco says:

    The story is lachrymal and disparaging, whilst it portrays the extant whimzical style of image make-up from the perspective of some unscrupulous african leaders, at the blatant atrophy of tax payer's money.

    What baffles many of us is how these rulers still manage to suppress the intrinsic flagellation of personal conscience, and continue to put up with the disinterestedness of national good.

  17. akyn ishola says:

    I urge CNN to stop accepting advertisement produced by Semba Comunicação and to exercise due scrutiny over any advertisement from the corrupt regime of President José Eduardo dos Santos

  18. Chega de roubarem ao povo Angolano. Desistam…o povo acordou, as torturas as prisões dos manifestantes até miudos com 16 anos condenados por se manifestarem!! o ditador José Eduardo dos Santos tem de deixar o poder, queremos justiça.



Sondagem

O governo não reconhece juridicamente a Rádio Ecclesia, não permite a sua expansão, mas apoia-a financeiramente. Há censura na emissora católica. O caso revela:

View Results

Loading ... Loading ...
Partilhar Sondagem

A guerra sem fim no leste da República Democrática do Congo



A partir do leste do Congo, a FDLR, responsável pelo genocídio no país vizinho, continua a tentar atacar o Ruanda e a atormentar a população local congolesa. Para se defenderem, as aldeias congolesas formam milícias.

Ler Mais →

Mais cinco dólares anuais por pessoa podiam salvar 187 milhões



Este pequeno investimento, até 2035, seria suficiente para os Estados mais pobres reduzirem a mortalidade. Uma maior aposta também na educação seria a alavanca para o crescimento económico, segundo a OMS.

Ler Mais →

CPLP lança campanha de combate à fome



Cerca de 28 milhões de pessoas sofrem de desnutrição no espaço lusófono. Para dar resposta ao problema, a CPLP lançou uma iniciativa internacional e pretende angariar até ao final de ano seis milhões de euros.

Ler Mais →

© 2014 Maka Angola Todos os direitos reservados.
É expressamente proibida a reprodução de parte ou da totalidade dos conteúdos do Maka Angola, mediante qualquer forma ou meio, sem prévia e formal autorização.
Caso tenha interesse em reproduzir conteúdos do Maka Angola, envie uma mensagem a info@makaangola.org a solicitar a devida autorização.